NOTÍCIAS

  • STF concede a Pazuello direito de se calar na CPI da Covid


    Mais cedo, o relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou ao Supremo que o ex-ministro terá o direito ao silêncio respeitado se assim desejar, mas que a sua negativa em responder aos questionamentos vai dificultar as investigações da comissão O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF) , concedeu um habeas corpus para que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello tenha direito ao silêncio ao depor na CPI da Covid. Na noite da última quinta-feira, a Advocacia-Geral da União (AGU), com respaldo do presidente Jair Bolsonaro, impetrou o pedido no Supremo em defesa de Pazuello. Mais cedo, o relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou ao Supremo que o ex-ministro terá o direito ao silêncio respeitado se assim desejar, mas que a sua negativa em responder aos questionamentos vai dificultar as investigações da comissão. Ministro Eduardo Pazuello Pablo Jacob/Agência O Globo

    + mais